blank
Partidos entraram com representação contra o pré-candidato do PMDB. (Foto: DiárioRP)
Partidos entraram com representação contra o pré-candidato do PMDB. (Foto: DiárioRP)

O pré-candidato do PMDB, Edvaldo Guerra, foi representado na Justiça Eleitoral de Rio Grande da Serra, na última segunda-feira (18), por promover campanha eleitoral antecipada no Facebook, com pedido de voto.

A Representação Eleitoral protocolada contra Guerra é de autoria do PSDB do município e tem como base o artigo 36 da Lei 9.504/97, com redação dada pela Lei nº 13.195/2015, que autoriza a propaganda eleitoral, somente a partir de 15 de agosto.

Continua Após a Publicidade

De acordo com o advogado do grupo político liderado pelo PSDB, Leandro Petrin,

“a referida propaganda atrai votos de forma ilícita para o pré-candidato pemedebista, o que a lei não permite”.

Na representação, o advogado enfatiza que Edvaldo não pode alegar que desconhecia a publicação irregular, já que, “prints” (cópias) anexadas à ação, mostram Guerra curtindo a publicação (imagem) em que o pedido de voto é direto. Ainda segundo Petrin, a representação pede a retirada imediata de tais materiais irregulares da Internet e aguarda manifestação da Justiça Eleitoral.

Procuramos a assessoria Jurídica de Edvaldo Guerra para questionar sobre o caso, mas até o fechamento desta publicação, não conseguimos contato.