Clayton mostra à Policial como parou o veículo e aguardou Lucileide. Foto Ygor Andrade/Diário RP
Clayton mostra à Policial como parou o veículo e aguardou Lucileide. Foto Ygor Andrade/Diário RP

Um mês após comandar o assassinato da esposa, Clayton Loro de Paula foi levado pela Polícia Civil para a reconstituição do crime de assassinato de sua esposa, Lucileide de Paula. Junto com ele, também foram levados sua amante Jéssica Karina dos Santos e Alex Gonçalves de Jesus, mais conhecido como ‘Monstrinho’.

Continua Após a Publicidade

A reconstituição teve início na avenida Kaethe Richers, em frente a uma clínica odontológica, onde o homem, mandante do crime, disse que esperava por sua esposa. Durante os trabalhos da Civil, populares demonstravam sua indignação, hostilizando os acusados.

O trabalho de reorganização dos fatos demorou cerca de três horas, e contou com a participação dos três acusados, além de um contingente de aproximadamente 20 agentes entre policiais civis e Guardas Civis Municipais. O Diário de Ribeirão Pires acompanhou todo o trajeto e pode constatar que entre os três incriminados havia ao menos duas versões. Os amantes contaram a mesma história, com os detalhes da morte de Lucileide, enquanto ‘Monstrinho’ divergia de seus comparsas.

A morte da mulher de 36 anos teve o seguinte trajeto: Em frente à clínica odontológica, a mulher entrou no carro do esposo, onde teria sido anunciado um suposto assalto. Em seguida, partindo em direção à Paranapiacaba, Alex ‘Monstrinho’ disse que o carro parou na rodovia de acesso à Rio Grande da Serra e lá começaram a estrangular a vítima. Versão contestada por Jéssica e Clayton, que afirmaram terem parado somente no trevo da cidade vizinha. A última parada para verificar a pulsação de Lucileide foi na divisa da linha férrea que dá acesso à parte baixa da cidade histórica, onde pouco mais de dois quilômetros à frente, Lucileide fora enterrada. Entretanto, há duas versões para essa situação. Alex disse que o carro parou metros antes da entrada para a cova, e que apenas Clayton e Jéssica teriam sido responsáveis por levar o corpo da vítima para o matagal, ele no entanto teria ficado dentro do carro.

Clayton e Jéssica mostram como carregaram o corpo de Lucileide. Foto Ygor Andrade/Diário RP
Clayton e Jéssica mostram como carregaram o corpo de Lucileide. Foto Ygor Andrade/Diário RP

Clayton e Jéssica, fizeram juntos o passo-a-passo desta última parte e disseram que ‘Monstrinho’ ajudou o esposo a levar o corpo à cova e enterrá-lo. Com estas novas informações, a Polícia Civil continuará com as investigações.