Só neste final de semana dois casos de estupro foram registrados em Ribeirão Pires. O primeiro aconteceu na manhã de sábado (28) com uma senhora de 79 anos que foi violentada próximo à Rodovia Índio Tibiriçá. O segundo foi na noite de domingo (29), na qual uma criança de 3 anos teria sofrido abuso sexual de um conhecido da família, em RP.

Na manhã de sábado (28), uma senhora de 79 anos foi abordada por dois indivíduos armados em um carro. Os criminosos anunciaram o assalto e, sob ameaças, obrigaram a vítima entrar no veículo. Os suspeitos foram até um canteiro, no qual realizaram o ato. A senhora foi socorrida em um posto de gasolina da região, onde acionaram a Polícia, que a direcionou até a casa da filha.

Após registro na Delegacia, os familiares levaram a vítima até a UPA Santa Luzia. Pela falta de recursos imediatos, os parentes encaminharam a aposentada até o Hospital da Mulher, em Santo André, onde obteve o suporte necessário. Apesar de abalados, os familiares lamentam a falta de estrutura da cidade para atender o caso.

De acordo com a vítima, antes de ser violentada, os criminosos foram abastecer em um posto de gasolina, onde se acredita haver imagens gravadas pelo estabelecimento que podem ser usadas para identificação dos suspeitos, que, por enquanto, permanecem foragidos.

O segundo possível caso aconteceu na noite de domingo (29), quando uma menina de 3 anos teria sofrido abusos sexuais de um conhecido da família, também em Ribeirão Pires. A mãe constatou a agressão após notar marcas avermelhadas nas partes íntimas da criança.

Os casos estão sob investigação e podem não ser resolvidos pela ausência de testemunhas e a não realização do corpo de delito imediato. Nas duas situações, os familiares alegam falta de suporte no atendimento, na cidade.

Ambos os casos foram registrados na Delegacia de Polícia de Ribeirão Pires e estão sendo investigados pela Polícia Civil.