(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

A pista de skate entre as avenidas Francisco Monteiro e Prefeito Valdírio Prisco, em Ribeirão Pires, está passando por reformas. O local está interditado desde a primeira quinzena de abril e aguarda o fim das obras para voltar a receber o público. A reforma foi uma demanda dos skatistas da cidade, que creem que uma revitalização do espaço incentivaria a prática do esporte.

\"CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE\"

O cineasta e skatista, Leandro Torres, de 32 anos, diz esperar que, além da reforma, a Prefeitura invista em novos locais para praticar o skatismo e faz críticas à pista de Ouro Fino.

“Ouro Fino tem a pista lá e não é uma pista de qualidade. O que adianta fazer se vai ficar lá, praticamente parada, por não ter feito com qualidade. Um ou dois obstáculos legais não faz uma pista boa”.

– Argumentou.

Leandro vai além e diz ainda como andar de shape pela cidade, pode deixar alguns munícipes inquietos, além de reafirmar o peso cultural da prática esportiva.

“Se eu ficar andando de skate na praça ou na calçada do vizinho, a população não aceita. O skate incomoda para a maioria. O skate não é só na pista, é também meio de locomoção. É algo que está na cultura da rua, por ter obstáculos diferentes. A escada de um banco, praça ou igreja, sempre vai ser mais legal, combina mais com o esporte”.

– Comentou.

Leandro também reafirma o quão importante as pistas são para os skatistas e como as reformas podem representar uma união na cidade.

“A importância da pista, é tipo, alguém quiser jogar bola e não ter quadra, ou o cara praticar corrida sem um tênis bom. A pista completa o esporte. Completa o skatista. Uma geração de 10, 20 anos atrás vai voltar a andar de skate e com eles, os seus filhos, o que vai unir o skate em Ribeirão de uma forma que eu nunca pensei que iria acontecer”.

– Disse.

A multi-campeã mirim de skatismo, Victória Bassi, de oito anos, comemora as reformas e diz que agora não precisa mais sair da cidade para treinar para as competições.

“Seria muito legal haver mais pistas espalhadas pela cidade, porque mais gente praticaria o esporte que eu amo”.

Completou a garota, que já conta com mais de 40 premiações na modalidade.

A pista de skate da avenida Francisco Monteiro, completou 10 anos de construção no último dia oito de abril (sexta-feira). A instalação foi a primeira na cidade para a prática do skatismo e a inauguração contou com a presença de alguns profissionais do shape, como René Shigueto e Lucas Xaparral. Ribeirão Pires conta com apenas mais uma pista, no bairro de Ouro Fino Paulista.

A reportagem do DiárioRP tentou entrar em contato com a Prefeitura para saber informações sobre a reforma e também se há projeto para a criação de novas pistas de skate pelo município, mas, até o fechamento desta reportagem, não obtivemos resposta.