Alunos ocupam a Escola Santinho Carnavale, localizada no Bairro Roncon em Ribeirão Pires, desde a última terça-feira (17) em protesto contra a reorganização da educação estadual promovida pelo Governo paulista. Os estudantes não permitem a entrada de professores no local e os mesmos não têm aulas desde então.A mobilização quer impedir que colégio seja fechado pelo Estado.

Aproximadamente 45 escolas estão ocupadas por alunos em todo o Estado, pais e professores. Na região do Grande ABC, além da Santinho Carnavale, as escolas estaduais Diadema, Professor Delcio Souza Cunha, Valdomiro Silveira e Dr. Américo Brasiliense também foram tomadas pelos estudantes.

Segundo o Estado, a distância entre a escola fechada e para onde os alunos serão transferidos, não passaria de 1,5 km. Mas segundo os alunos não houve nenhuma conversa sobre tal medida. “Eles simplesmente chegaram aqui e avisaram que a escola ia fechar. Não deram motivo nenhum. Essa é a única escola do bairro que tem aula à noite e tem muita gente que trabalha. Nós vamos lutar pelos nossos direitos”, informou.

Continua Após a Publicidade

Professor Teté, Coordenador da Apeoesp de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, ainda espera que o Governo converse com todos antes de tomar tal decisão. “O Secretário de Educação disse hoje, em uma entrevista, que foram as diretorias de ensino que realizaram um estudo, debatarem com os diretores da escolas e entregou tudo isso à Secretária. Porém, a diretora de educação da região disse que foi uma decisão tomada pelo Governo. Os governantes não abriram nenhum canal de diálogo. Representantes de outras escolas foram até o Santinho Carnavale ver como estava a ocupação”, disse.

A reorganização da rede estadual de ensino foi anunciada pelo Governo no fim de outubro. A medida tomada pela Secretaria de Educação gerou revolta em professores e alunos. A pasta alega que as mudanças devem melhorar a qualidade do ensino no Estado. A ideia é separar os alunos por ciclo, não havendo diferentes faixas etárias estudando juntas. Porém, o sindicato dos professores, diz que a medida é apenas para economizar dinheiro.

O Diário de Ribeirão Pires vem acompanhando a situação das escolas da cidade desde que a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo anunciou a reorganização do sistema de ensino. No início desta semana, a equipe de reportagem do jornal foi até a escola Santinho Carnavale para acompanhar a ocupação feita pelos alunos.