Por Juzz Ravasio*

Todos sabem que o cigarro, de bom, não tem nada. Mas poucos sabem como ele influencia nos resultados dos treinos e exercícios físicos.

Foto: Marcos Santos / USP Imagens.
Foto: Marcos Santos / USP Imagens.

Com mais de 4500 substâncias em sua composição, três são as que mais atrapalham:

Nicotina: causa vasoconstrição (diminuição do diâmetro) das veias e artérias que levam sangue aos músculos, gerando um desempenho muscular muito menor que o normal, além do aumento dos batimentos cardíacos, o que pode causar sensação de cansaço, falta de ar e dificuldades para manter a respiração adequada.

Monóxido de carbono: quem treina ou pratica qualquer atividade física precisa ter uma boa oxigenação, pois o corpo precisará disso para continuar a atividade pelo tempo determinado. O monóxido de carbono tem mais afinidade com as hemoglobinas (células que levam o oxigênio para o corpo) do que o próprio oxigênio, e quem fuma acaba por lotar o corpo de monóxido de carbono. A falta do oxigênio resulta em menor performance e força.

Alcatrão: diminui a elasticidade do pulmão, contribuindo para uma maior formação de muco, facilidade para doenças respiratórias, que, na maioria das vezes, são irritantes, deixam as pessoas debilitadas, e sem ânimo para manterem as atividades físicas em dia, o que também atrapalha.

Fumantes também têm maior dificuldade de produzir proteínas e, consequentemente, têm dificuldades para a manutenção muscular diária, ou seja: não “cresce”, não gera hipertrofia, e dificulta o ganho de massa magra.

Então, para ter resultados positivos, não fume! Nem antes, nem durante, nem depois as atividades físicas.

Fora isso, quem fuma envelhece mais rápido, seus tecidos envelhecem mais rápido e, quanto mais idade você tiver, maiores as chances de adquirir doenças relacionadas ao cigarro, das quais já estamos cansados de saber, como: doenças respiratórias e cardiovasculares diversas, câncer, etc.

Fique saudável por completo! Não fume!

 

* Educadora Física (CREF nº 065511-G/SP) especialista em Personal Training e Fisiologia do Exercício pela FEFISA. Juntou-se à equipe do Diário para trazer informações sobre saúde e condicionamento físico.