De acordo com dados do Governo do Estado de São Paulo, Ribeirão Pires possui a menor taxa de letalidade por coronavírus da região do Grande ABC. O município que possui 3.536 casos confirmados da doença e 122 óbitos, tem um índice letal de 3,0%.

Santo André está empatada com Ribeirão, com uma taxa de letalidade em 3%. Entre os outros municípios, São Bernardo do Campo registra 3,6%; Rio Grande da Serra conta com um índice de 3,7%; São Caetano do Sul tem 4,1%; e Diadema possui 4,2%.

Entre as sete cidades da região metropolitana, Mauá tem o maior número de mortes por quantidade de infectados, chegando a 4,3% de óbitos.

Vacinação contra Covid-19

Após aprovado pela ANVISA, Ribeirão Pires recebeu 1.640 doses da vacina CoronaVac – imunizante feito pela fabricante chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

A vacinação no município se iniciou na noite desta terça-feira (19), e o coordenador clínico multidisciplinar do Hospital de Campanha, Malek Mounir, foi o primeiro vacinado na cidade. Também foi vacinada a enfermeira e coordenadora do hospital de campanha, Rute Moreno.

A expectativa é que os profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate à doença sejam os primeiros vacinados no município. De acordo com o Plano Nacional de Imunização, o próximo grupo a ser imunizado é de idosos que moram em asilos e indígenas.