Ribeirão Pires é a terceira cidade do Estado de São Paulo em aumento no número de casos da Covid-19. A informação é da Secretaria de saúde do Estado.

Em primeiro lugar, está o município de Salesópolis, que teve um aumento de 150% nos casos de infectados nos últimos 14 dias. Em seguida vem São Lourenço da Serra, com um aumento de 50% dos casos no mesmo período. Em terceiro lugar, aparece Ribeirão Pires com 47,62% de aumento.

Continua Após a Publicidade

Hoje, a cidade tem 594 casos confirmados da doença. Destes, pelo menos 39 pessoas já morreram em decorrência de complicações por conta da infecção pelo vírus. Outras 210 estão sob suspeita e aguardam o resultado dos exames.

Mesmo com o alto número de novos casos, e em meio à alarmante posição de novos casos, a prefeitura da cidade liberou a reabertura de academias, bares, restaurantes e continua aumentando a flexibilização da economia, sem nenhum plano concreto para barrar o avanço do vírus. Um exemplo disso, é o alto número de pessoas, incluindo funcionários da própria prefeitura que são vistos sem o uso de máscaras de proteção pela cidade.

Aliás, o mau exemplo, vem até mesmo do alto escalão da cidade, de onde deveria ser o contrário, como pode ser visto na inauguração desastrosa do Parque Oriental, onde o prefeito, Kiko Teixeira (PSDB), causou imensa aglomeração. O vice-prefeito da cidade, Gabriel Roncon (PTB), chegou a utilizar a máscara de forma errada sem tampar o nariz. Além disso, compartilharam um local com uma “agua sagrada”, sem nenhuma higienização adequada, tudo isso mostrado ao vivo para os munícipes que acompanhavam a transmissão.