A APRAESPI (Associação de Prevenção, Atendimento Especializado e Inclusão da Pessoa com Deficiência) e o portal Razões Para Acreditar, uma das maiores plataformas de divulgação de causas sociais e captação de recursos, lançaram uma campanha virtual de financiamento coletivo para arrecadar fundos para a confecção das cadeirinhas BrinCadeira, criadas especificamente para crianças, de até 5 anos, com mielomeningocele. Após o encerramento da campanha, a APRAESPI já convoca as famílias das crianças cadastradas para entregar as primeiras cadeirinhas.

Continua após a Publicidade

Com essas doações, a associação captou recursos para beneficiar mais 60 crianças. No ano passado, já foram doadas 30 cadeirinhas. “Nós estamos muito felizes por toda ajuda que nossas crianças receberam. Somente via portal Razões Para Acreditar, foram mais de 200 doadores. Ainda tivemos donativos vindos de empresas e outras entidades sociais. E continuaremos captando recursos para conseguir produzir e entregar as cadeirinhas a mais crianças cadastradas”, assegura o presidente José Feliciano.

Continua Após a Publicidade

Permitir que a criança tenha autonomia e liberdade para se locomover e brincar, algo que uma cadeira de rodas convencional não proporciona, esse é o objetivo e o diferencial da cadeira de rodas especial Brincadeira. “O formato do assento da cadeira, também, faz com que o paciente tenha sua coluna sempre na posição correta, evitando quaisquer complicações. Além disso, pelo fato de contar com seis rodas, o equipamento dá ao paciente mais dinamismo e facilidade ao se locomover”, explica o fisioterapeuta da Apraespi, Ronaldo dos Santos.

 As cadeiras BrinCadeira são confeccionadas pela Apraespi, dentro da Oficina Ortopédica – unidade inaugurada no ano passado, voltada para a fabricação de órteses, próteses e outros meios auxiliares de locomoção. A Apraespi disponibilizou sua equipe de medicina física para prestar suporte às famílias beneficiadas.

A menina Thaysla foi a primeira a receber a cadeirinha. A mãe de Thaysla, Lucilene, comemorou: “Poucas vezes vi a Thaysla tão feliz! E olha que ela é uma menina muito alegre. Ela simplesmente amou a cadeirinha. O difícil agora é a Thaysla querer sair dessa cadeira, ela adorou. Os irmãozinhos também, todos querem brincar com a cadeirinha. Agradeço a APRAESPI por compartilhar a felicidade da minha filha.”