blank

O Estado de São Paulo, confirmou na última semana uma morte em recorrência do sarampo e 915 infecções na região do ABC, um aumento de 805% em relação a primeira semana de agosto.

Um homem de 53 anos, morreu em Santo André por complicações da doença. Santo André, também é a cidade com maior número de casos, tendo 290, o que corresponde a 31,7% do total da região. Na sequência, aparecem São Bernardo com 216 vítimas do sarampo, Mauá, que até a primeira semana de outubro havia um total de 128 casos da doença confirmados, além de, Diadema com 84 e Ribeirão Pires 59 casos.

Continua Após a Publicidade

A última morte na região em decorrência da doença foi em 1997, quando um homem de 22 anos foi diagnosticado em Mauá. Naquele ano, o País estava em epidemia, e outras 23 pessoas também foram infectadas com a doença.