Sessão de RGS não acontece por problemas de infraestutura da Câmara

(Foto: DiárioRP)

A tarde da última quarta-feira (07) estava marcada por encerrar o recesso dos vereadores de Rio Grande da Serra com a primeira Sessão Ordinária do ano de 2018. Porém, por diversos problemas de infraestrutura da Câmara municipal, a Sessão não aconteceu e teve que ser adiada.

As coisas não vão bem em Rio Grande da Serra. Após diversas denúncias de munícipes reclamando sobre o abandono de seus bairros com excesso de matagal, buracos nas ruas e, muitas vezes, problemas até mesmo de saneamento básico, nem a Câmara Municipal da cidade escapou de problemas estruturais.

A Sessão estava marcada para iniciar às 17:00 desta quarta-feira (07), mas nada aconteceu como planejado. O som da Casa de Leis estava queimado, impossibilitando o uso dos microfones. Diversos vereadores chegaram atrasados ao local e o líder de governo, Claudinho Monteiro (PSB), compareceu a sessão, mas não participou do plenário após ser avisado do adiamento da sessão. A transmissão online do local também estava comprometida.

Claurício Bento (DEM) chegou a pedir adiamento de toda a pauta da Ordem do Dia e todos os projetos por causa dos problemas estruturais. O vereador alegou que não seria justo com os munícipes realizar a Sessão sem os microfones para que o público presente pudesse entender com clareza o que estava sendo tratado e também por conta da transmissão online não estar devidamente preparada para transmitir os acontecimentos em tempo real nas redes sociais. Após o pedido, a Sessão foi pausada por 15 minutos e, quando os vereadores retornaram, decidiram pelo adiamento da Sessão.

Ainda não existe uma data certa para a Sessão ocorrer. O DiárioRP continuará acompanhando.

Notícias relacionadas