Saúde de RP agenda e conclui todas as tomografias marcadas desde 2015

Sabe-se que a saúde de Ribeirão Pires sempre foi um ponto necessitado de melhorias. Reclamações principalmente por falta de remédio, falta de exames, médicos, entre outros, eram frequentes na Estância. Apesar do município ainda enfrentar problemas relacionados ao assunto e necessitar de melhorias em locais como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), temos visto boas notícias a todo momento que, se colocadas em prática, podem resultar em avanço.

Nos últimos dias, vimos a chegada de mais 4 médicos para a Rede Municipal de Saúde através do Programa Federal “Mais Médicos”. Estes se juntaram aos outros que já estavam trabalhando e, somando todos os profissionais da saúde, temos, atualmente em nosso município, 19 médicos através deste programa. Todos alocados em Unidades Básicas de Atendimento espalhadas em toda a cidade.

Médicos que vieram através do “Mais Médicos” (Foto: Mariana Rodrigues)

Nesta sexta-feira (19) foi noticiado que a fila de espera para realizar exames de Tomografia em Ribeirão Pires foi “zerada” pela Prefeitura da cidade. A fila contava com pacientes que haviam marcado exame em 2015 mas que, por conta do descaso da gestão anterior em colocar o tomógrafo para funcionar, ainda não haviam conseguido realizar.

Em novembro do ano de 2017 o DiárioRP anunciou que o tomógrafo iria começar a funcionar através de parceria com o Grupo São Cristóvão de Saúde, responsável pela gestão médica do São Lucas. Em apenas dois meses de funcionamento, as equipes da Saúde realizaram o agendamento de cerca de 530 pacientes que estavam na fila até o último ano. Do total, 452 compareceram na data marcada, resultando em aproximadamente 1300 tomografias feitas – cada paciente pode ter mais de um exame solicitado.

“Além de zerar a fila de espera de 2015 até o final do ano passado, estamos cumprindo com as agendas recentes e, ainda, atendendo todos os pedidos de urgência enviados pela UPA Santa Luzia. Esse é um grande avanço para a saúde municipal, que se tornou realidade após regularizarmos a situação de um equipamento que estava deixado de lado pelos últimos gestores. Compromisso estabelecido pelo prefeito Kiko e que estamos seguindo à risca”

Explicou o prefeito em exercício de Ribeirão Pires, Gabriel Roncon.

Em novembro de 2017, tomógrafo começou a funcionar. (Foto: Mariana Rodrigues)

Com novos fluxos internos do atendimento, a criação de procedimentos e a reorganização das equipes, os exames de ultrassonografia também registraram aumento expressivo de 2016 para 2017. No ano passado, foram realizados mais de 7.300 ultrassons na rede municipal, número que é quase três vezes maior no comparativo com 2016.

 

Notícias relacionadas