Após repercussão negativa, alunos se unem para boa causa da escola Álvaro de Souza Vieira

No último final de semana, o Diário RP expôs uma situação na qual deixou a maioria dos munícipes indignados pela falta de educação que alguns alunos da Escola Estadual Álvaro de Souza Vieira, situada na Vila Gomes, tiveram quando deixaram as ruas ao redor da escola completamente sujas ao “comemorarem” o final do ano letivo.

Alunos do grêmio estudantil da escola, juntamente com alguns professores e grafiteiros, tinham um projeto há alguns meses para iniciar uma revitalização no muro frontal da escola, onde estava há muito tempo sem uma reforma.

Eles se uniram para grafitar todo o muro da frente da escola, deixando o local mais alegre e artístico, como devem ser todas as escolas.

Mas para quem acompanhou toda essa repercussão, o mais importante, segundo os próprios munícipes, foi perceber o planejamento de ações para melhorar a escola, e que não se pode generalizar os vândalos da última semana, levando em consideração a grande maioria de alunos que desejam melhorias para a instituição.

Nossa equipe de reportagem conversou com Maria Luiza, a responsável por auxiliar os participantes no grafite, que possui muita experiência neste tipo de atividade e abraçou a causa. “Com toda a repercussão negativa que teve a ação dos alunos, eles iniciaram, nesta semana, a implementação de um projeto de alguns meses atrás, que era de fazer essas artes para não deixar uma imagem ruim, então achei uma atitude muito legal e fiquei com eles”, afirmou Maria.

Ela explica que as tintas vieram de uma verba do grêmio estudantil da escola e também do Governo do Estado de São Paulo, onde todos os participantes se divertiram muito enquanto pintavam o muro.