Empresa responsável pela saúde rompe contrato com RGS

O Diário RP teve acesso a um ofício feito pelo “Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa, Tecnologia e Inovação na Gestão Pública”, contratado pelo município de Rio Grande da Serra para prestar serviços à saúde pública da cidade, no qual enviou o documento para à casa de leis respondendo um ofício feito pelo vereador Benedito Araújo (PT), onde era questionado sobre a situação da empresa com a cidade, levando em conta os atrasos de repasse por parte da prefeitura.

No documento, a empresa afirma que suportou os atrasos de pagamento desde quando iniciou a prestação de serviços ao município, tendo ainda afirmado que por diversas vezes usou recursos próprios para pagar os funcionários, já que não estava recebendo o repasse da prefeitura de Rio Grande da Serra.

Devido essas irregularidades, Raphael Nunes Rocha, gestor de operações em saúde da INTS afirma no ofício que o contrato da empresa com Rio Grande da Serra foi encerrado no último dia 19 de Outubro, contrariando o que, segundo o vereador Benedito Araújo disse, havia dito o Secretário de Finanças da cidade, Carlos Eduardo Alves, onde ele afirmou que a empresa apenas estava querendo romper, mas não que já havia rompido. A reunião com o secretário e os vereadores ocorreu no dia 25 de Outubro, ou seja, cinco dias após o contrato ser encerrado.

Foi informado que o município está devendo 4 milhões de reais para a INTS.

Notícias relacionadas