Corinthians: O Campeão dos Campeões

durante o jogo entre Corinthians/SP x Ponte Preta/Campinas, realizado esta tarde na Arena Corinthians, jogo de volta, final do Campeonato Paulista 2017. Juiz: Leandro Bizzio Marinho. Sao Paulo/Brasil - 07/05/2017. Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
durante o jogo entre Corinthians/SP x Ponte Preta/Campinas, realizado esta tarde na Arena Corinthians, jogo de volta, final do Campeonato Paulista 2017. Juiz: Leandro Bizzio Marinho. Sao Paulo/Brasil – 07/05/2017. Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

#PrimeiraForça! É assim que o Corinthians apresenta uma fotografia de todo o elenco em seu site, mostrando que a equipe campeã do Paulistão 2017 não tem nada de quarta força como havia sido chamada desde o início do ano. Com o título conquistado no domingo, o Timão chegou ao seu 28º título da competição se distanciando ainda mais de seus adversários.

Com apenas duas derrotas o Timão se sagrou campeão no último domingo (07), após empatar com a Ponte Preta em 1 a 1; o Corinthians tinha a vantagem e poderia perder a partida por até dois a zero que mesmo assim continuaria com o título, já que havia vencido a primeira partida por 3 x 0.

No entanto, o que se viu foi um Corinthians diferente, que deixou a Ponte Preta jogar com a bola no pé, mas em nenhum momento recuou, pressionando a todo instante a saída de bola da Macaca.

O primeiro tempo foi de um jogo bem disputado, mas não muito bonito. Willian Pottker, Lucca e Clayson não conseguiram furar o forte sistema defensivo montado por Fábio Carille e bem comandado por Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana, que deixaram o goleiro Cássio, que vive ótimo momento, bem seguro debaixo das traves corintianas.

Do outro lado, o Corinthians atacava pouco, mas com perigo, tanto que, em jogada trabalhada pela direita, setor mais forte da equipe, Jadson cruzou para Romero que preferiu, ao invés de dominar e bater para o gol, escorar de cabeça para Maycon que bateu de primeira acertando a trave direita do goleiro Aranha. No primeiro tempo, o que mais de perigoso aconteceu foi exatamente isso, pois a Ponte, pressionada pelo placar adverso da semana passada, não criava.

No segundo tempo a Ponte Preta voltou com maior ímpeto e buscando mais as jogadas trabalhadas, chegando a pressionar o Corinthians em seu campo de defesa. Porém, a filosofia de Fábio Carille, de deixar o adversário jogar com a bola nos pés e aproveitar seus erros se confirmou mais uma vez. Em rápida roubada de bola, e em transição defesa ataque mais rápida ainda, o Corinthians abriu o placar na Arena com gol do artilheiro da Casa, Ángel Romero que chegou ao seu 18º gol na Casa do Timão.

A partir daí a Ponte ficou ainda mais distante do título, com jogadas afobadas e ataques nada perigosos. O gol de empate da Macaca saiu da cobrança de uma falta lateral, e o zagueiro Marlon aproveitou para empurrar para o fundo das redes. Nada que tirasse a o brilho da campanha do Timão e confirmasse o que já havia sido desenhado uma semana antes: Timão campeão do Paulistão 2017.

“Nós éramos a quarta força de São Paulo. Agora queremos que continuem nos chamando assim no Brasileirão também, quem sabe dá certo”.

 – Disse o lateral Fagner, um dos líderes da equipe.

O goleiro Cássio, capitão na final, destacou a importância de uma equipe consolidada, e com elenco comprometido.

“Estamos contentes em ter vencido; não vamos nos acomodar porque o Brasileirão e a Sul-Americana são bem difíceis, e por isso vamos nos empenhar da mesma maneira. Claro que estamos felizes (por ter vencido a competição), mas não podemos deixar isso nos dizer que somos os melhores, temos que trabalhar mais e mais para alcançar nossos próximos objetivos que são esses outros dois campeonatos”.

 – Enfatizou o goleiro.

O Corinthians estreia no Campeonato Brasileiro no próximo sábado, em casa, contra a campeã Catarinense Chapecoense.

Notícias relacionadas