Justiça rejeita recurso de Zé Nelson e o obriga a abrir CPI da saúde

A Juíza Isabel Cardoso da Cunha Lopes Enei rejeitou recurso da Câmara Municipal de Ribeirão Pires referente a decisão proferida no dia 24/06/2016. Na decisão a Juíza ordenava que o Presidente da Câmara, José Nelson de Barros (PMDB) desse imediato andamento à CPI da Saúde, aprovada por todos os vereadores, mas barrada na casa por manobra política do presidente da Câmara, que é aliado do atual prefeito, Saulo Benevides (PMDB). Agora, José Nelson não tem escolha e terá que abrir a CPI assim que a casa voltar do recesso parlamentar, o que deve acontecer no início de agosto.

A decisão da Juíza foi por conta de uma ação judicial aberta pelos vereadores Gabriel Roncon (PTB), Berê do Posto (PMN), Eduardo Nogueira (SD), e Rubão (PSD).

“Eu estou muito feliz com essa notícia. Após a decisão da justiça, nós finalmente vamos passar o setor a limpo. A população finalmente vai ter uma resposta sobre os problemas que afetam a saúde da cidade.”

-Disse Gabriel Roncon.

O requerimento de abertura da CPI da Saúde foi aprovado por unanimidade em setembro de 2015, mas até agora o processo seguia engavetado na casa. A demora em instaurar a investigação foi alvo de várias críticas da população contra o Legislativo ribeirão-pirense, e gerou até a ocupação do plenário da casa como forma de protesto.

Notícias relacionadas