Dois anos de atuação por Ribeirão Pires

(Foto: DiárioRP)

Há cerca de dois anos, o Diário de Ribeirão Pires se iniciava na internet. Há um ano atrás, começava a circular pelas ruas da cidade com sua edição impressa, sempre com o tom crítico em relação as coisas que aconteciam no município e assim, permanece até hoje. Dia após dia, moradores e funcionários públicos cada vez mais, ligam para pedir ajuda ao jornal por conta de problemas com o poder público, entre outros.

Já na primeira edição o DiárioRP dava mostras de seu caráter investigativo do jornal. Na capa, o periódico já denunciava que a Prefeitura de Ribeirão Pires pensava em utilizar o terreno do Complexo Ibrahim Alves de Lima que abriga a Fábrica de Sal, a Biblioteca Municipal, uma escola e uma praça, para a construção de um Shopping Center no local. Na época, a Prefeitura negou veementemente que pretendia colocar um centro de compras no local. No entanto, meses mais tarde, o Executivo Municipal apresentou à Câmara dos Vereadores o projeto que previa a construção do Shopping no local. O empreendimento ainda não foi aprovado pelos Parlamentares e ainda gera muita polêmica na Casa de Leis e entre a população.

Ao longo desses anos de história, o DiárioRP conseguiu ajudar a vários funcionários públicos, que insatisfeitos, denunciaram problemas nas pastas onde trabalhavam e por vezes eram perseguidos. Logo na segunda edição, o jornal divulgou uma reportagem de funcionários da Escola Paulo Freire, que após protestarem contra possíveis irregularidades na unidade escolar, foram perseguidos pelo alto escalão da administração municipal. Os servidores foram processados administrativamente pela então Secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Sônia Garcia, que alegava que os servidores incitavam greves e por terem protestado na Câmara dos Vereadores. Aliás, a história do feijão custou uma suspensão de três meses para um funcionário público, mesmo que os Parlamentares tenham negado qualquer ato ofensivo pelos durante a manifestação dos servidores.
Pouco tempo depois, servidores de várias Secretarias procuraram novamente pela reportagem do periódico para denunciar que, aqueles que pediam melhores condições de trabalho, eram perseguidos. Alguns chegaram a ser transferidos para funções que não eram as quais eles haviam prestado concurso. Após a repercussão do caso, a Prefeitura convocou os funcionários para um diálogo sobre a situação.

O DiárioRP também esteve presente em vários outros casos, que demonstravam possíveis ações irregulares do Poder Público. Como os erros encontrados pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo no contrato firmado entre o Executivo Municipal e a Fundação do ABC. Fomos o primeiro jornal da cidade a reportar os problemas nos documentos que as obras do Teleférico enfrentavam e ainda enfrentam. Podemos citar também, o “Minha Casa, Minha Vida”, que a Prefeitura até fez queima de fogos para celebrar a chegada do programa à cidade, quando na verdade, a segunda fase do programa ainda nem chegou a ser aberta pelo Governo Federal, que desmentiu o goveno municipal, afirmando não haver projetos para RP.

Semanalmente, a equipe do jornal recebe denúncias de moradores sobre os diversos problemas nos bairros. São Obras prometidas e não cumpridas, manutenções feitas de maneira irregular e outros problemas que os munícipes infelizmente enfrentam em seu dia a dia. Os repórteres sempre apuram os fatos e pedem uma posição da Prefeitura para que as falhas sejam solucionadas.

Além do impresso, o portal do Diário, que em breve vai completar dois anos em atividade, é o mais acessado da região, com média de aproximadamente 80 mil acessos únicos por mês, se consolidando como um dos principais veículos de comunicação da cidade. A reportagem, além de investigar os casos, sempre prima pela rapidez e qualidade na informação fornecida aos moradores de Ribeirão pires e Rio Grande da Serra. Aos finais de semana a equipe do jornal prepara um conteúdo diferenciado especialmente para o público, com uma programação diversificada, focando não apenas no que acontece na região, mas também com opções culturais
e de lazer.

Sem contar com as diversas notícias variadas, o portal oferece reportagens em vídeo com a TV Diário, que cobre os principais eventos da cidade, além de cobrir denúncias e problemas que os ribeirão-pirenses enfrentam nos bairros.

Em 2016, nossa equipe também preparou uma série de entrevistas com os pré-candidatos ao Paço de Ribeirão Pires, que até então não havia ocorrido em outros veículos da cidade. Com a série, foi possível ajudar a toda população da cidade a conhecer quem são os políticos que querem comandar o município pelos próximos quatro anos.
Além disso, o DiárioRP aposta em uma linguagem jovem e popular. “Queremos ser um jornal que as pessoas leiam e entendam o que estamos dizendo. Não precisa de palavras difíceis para fazer jornalismo. Precisamos nos adequar também na linguagem simples e do dia a dia”, disse Rafael Ventura, Editor Chefe e fundador do jornal.

No entanto, o DiárioRP não é composto apenas por jornalistas. A equipe do jornal também possui membros que tem conhecimentos e formação na área de Rádio e TV, fotografia, designer, marketing, e outras áreas da comunicação. Estas qualidades são fundamentais para que o periódico divulgue e produza materiais diversificados e de destaque na cidade com diversos pontos de vista, técnicas e metodologia.

Toda a equipe do DiárioRP vai continuar trabalhando fortemente para que, apesar de diversos ataques que recebemos, toda a população ribeirão-pirense continue recebendo informação com muita qualidade. Nestes primeiros anos, gostaríamos de agradecer você, leitor, por nos ajudar e motivar a continuar exercendo o jornalismo com foco na qualidade, na verdade e, principalmente, na honestidade, que pode ter certeza, é e sempre será o princípio motivacional de toda nossa equipe.

Notícias relacionadas