Cobertura teve que ser retirada. (Foto enviada por leitor)
Cobertura teria sido feita as pressas, mas teve que ser retirada (foto enviada por leitor).

Moradores de São Caetaninho denunciam o estado precário de uma escola da região. Segundo os pais, já faz meses que aguardam a reforma do local, que, até hoje, não aconteceu.

Alunos da Escola Municipal Manoel Baptista da Silva sofrem, pelo menos, desde 2013 com a situação precária em que a escola se encontra. São meses de espera por uma intervenção por parte da Prefeitura, que, até hoje, não ocorreu.

O estado da escola é precário: os portões precisam de madeiras pregadas para dar sustentação e não caírem; e o telhado do pátio foi retirado, o que impede os alunos de saírem das salas de aula em dias frios ou chuvosos. Muitas vezes, o professor precisa sair na chuva para buscar o lanche das crianças e trazer até a sala de aula. Além disso, as quatro salas de aula e a quadra esportiva, prometidas em meados de 2013, até hoje, sequer foram licitadas.

O descaso com a escola já é famoso: em abril do ano passado, uma equipe da Rede Record esteve no local para denunciar o caso. O desagrado por parte do apresentador do telejornal foi tão grande que, mesmo ao vivo, chegou a chamar a Secretária de Educação e o Prefeito da cidade de incompetentes.

Após a denúncia, a Prefeitura chegou a fazer modificações, mas que não duraram muito:

“Ela [prefeitura] fez essas salas provisórias e garantiu que até o mês de junho do ano passado [as definitivas] seriam entregues, mas não foi, e a cobertura que foi colocada aqui fizeram tão mal feito e tiverem que tirar tudo.”

– afirmou Aparecida Nunes, uma das mães que lutam pela melhoria de escola.

Procurada por nossa reportagem, a Prefeitura de Ribeirão Pires afirmou que aguarda repasse de emenda parlamentar no valor de 300 mil reais, e que o acordo já foi assinado. A licitação deverá começar logo após o recebimento do valor.

A assessoria da Deputada Federal Keiko Ota (PSB) – responsável pela emenda enviada para a cidade – confirmou que o o acordo já foi assinado com o Prefeito, mas que aguarda o início da licitação para que seja possível realizar o repassasse da verba.

Veja, na íntegra, a matéria veiculada pela TV Record: